GOTEX SHOW 2016: feira promoveu negócios e networking profissional

Com expositores nacionais e internacionais do Peru, Paquistão, China, Coréia e EUA, a 4ª edição da GOTEX SHOW reuniu a cadeia têxtil em três dias de realização

01_gotex-show-2016

Aviamentos, fibras, fios, tecidos, novas tecnologias, estamparia, moda casa e vestuário foram os protagonistas da 4ª edição da GOTEX SHOW – Feira Internacional de Produtos Têxteis, que se encerrou nesta 5ª feira, dia 22 de setembro, reunindo toda cadeia produtiva do setor, no Expo Center Norte, na cidade de São Paulo.

A GOTEX SHOW se consolidou, nos últimos quatro anos, como uma plataforma internacional para o setor, oferecendo oportunidades de negócio, prospecção de novos clientes e networking profissional. O evento contou com rodadas de negócio e palestras de conteúdo que enriqueceram a participação do público e expositores.

A feira reuniu confeccionistas, importadores, lojistas, distribuidores e fabricantes que puderam conferir as últimas novidades e lançamentos para o setor têxtil.

Destaques edição 2016

Em 4000 m2 de área expositores apresentaram produtos variados. Com inovação a Nanovetores surpreendeu o público da feira ao trazer produtos com a mais alta tecnologia no segmento têxtil. Entre os destaques a calça legging que será lançada em breve no mercado nacional que traz propriedades hidratantes e atua também como anticelulite; o tecido com citronela, repelente natural contra insetos e os tecidos com fragrância. “Fizemos um trabalho pré-feira e convidamos nossos clientes e parceiros para nos visitar aqui no evento. Aqui realizamos contatos interessantes com empresas que buscam soluções inovadoras”, falou Herman Contreras, comercial da empresa.

Outro produto de destaque na feira foram os exibidos pela Thermore. Com tecnologia exclusiva para o segmento de isolamento térmico e fibras avançadas que ajudam o corpo a manter o seu calor natural, a empresa teve contato com clientes potencias para prospecção de futuros negócios.

Pela segunda vez no evento, Juan Orozco, gestor de vendas do Showroom das confecções Peruanas, destacou o grande interesse do público pelo produto peruano. “Os visitantes e compradores estavam muito interessados. Eles conhecem a qualidade do algodão peruano e o seu diferencial. Pudemos divulgar nosso produto para um público dirigido e qualificado. Fortalecemos o valor agregado do nosso produto”.

A Fineprint, empresa brasileira especializada em impressão digital, que atua há 15 anos no mercado, destacou o networking com clientes e confeccionistas de grande porte que encontrou durante a realização da feira.

Há oito anos no segmento, a Meias e Meias atua no nicho de meias personalizadas. “Nosso objetivo é criar valor ao produto. Aqui no evento pudemos apresentar o portfólio, fazer contatos, o que foi bastante produtivo. O público teve interesse variado, em todos os segmentos que atuamos: infantil, feminino e masculino”, falou Erico Castelluber, proprietário da marca, que teve mais de 100 contatos na feira.

A Keer um dos maiores produtores de algodão da América, com sede na Carolina do Sul, EUA, esteve na feira com o objetivo de expandir sua atuação na América Latina e no mercado brasileiro. “Esta é a primeira vez que participamos de uma feira no País. Estamos atualmente em expansão de mercado. Nossa estratégia engloba do México à Argentina. Já estamos com importantes contatos e em negociação no Brasil”, destacou Rene J. Martinez, gerente regional de vendas. O Keer America Corporation atua desde 2013 na fabricação de fios 100% algodão e se estabeleceu na Carolina do Sul estrategicamente pelo Estado ser um polo de plantio do algodão.

Especializada em soluções em comércio exterior, a Kamers Brasil facilitou as negociações durante os três dias de realização da feira dando suporte com as dúvidas de compradores e lojistas. Segundo o diretor Marco Aurelio Kamers, o principal desafio no processo de exportar ou importar produtos está no planejamento. “Muitos empresários desconhecem a legislação e não sabem lidar com as questões ligadas à Receita Federal, também existem ainda os riscos operacionais por isso é recomendado ter a assessoria de alguém especializado”.

Na área de lingerie, representando o polo produtor de moda íntima da cidade de Juruaia, Minas Gerais, a Toque Brasil trouxe o portfólio de 23 empresas associadas. “Fechamos negócios para o grupo. A feira nos trouxe bons resultados. Nossa expectativa é voltarmos na próxima edição”, afirmou Lucia Onório, do marketing da Toque Brasil.

Também no segmento de moda íntima a marca Bressan, há 12 anos no mercado, veio na feira com o objetivo de expandir seus clientes. “O público gostou dos nossos produtos, pela qualidade e diferencial que apresentamos. Conseguimos alcançar isso graças à produção 100% própria, em nossa fábrica de Juiz de Fora, Minas Gerais”, explicou o representante Carlos Abel Gonzaga.

O Governo do Estado do Mato Grosso também esteve presente na GOTEX SHOW através do projeto MT Fomento. O projeto visa contribuir para a aceleração do desenvolvimento sustentável do Estado e prevê benefícios e incentivos fiscais para empresas que investem na região.

Pela primeira vez no evento, a ModaCrea, empresa têxtil líder da Coréia apresentou na GOTEX SHOW seu amplo portfólio de tecidos, onde a empresa pôde conhecer o mercado nacional e fazer contatos com potenciais clientes. A marca é referência no segmento e atende grandes varejistas no setor mundial de vestuário como Zara, H&M e Forever 21.

Outro grande nome internacional do segmento têxtil presente na feira foi a Shangtex, uma das maiores empresas da China no segmento, que atua desde 1995 no mercado. Segunda maior exportadora na indústria têxtil e de vestuário da China, a Shangtex apresentou no evento camisas que fizeram sucesso com o público da feira. O grupo está atualmente em processo de abertura de uma filial no Brasil.

Agenda 2017

Em 2017 a feira acontece no Expo Center, no Pavilhão Amarelo, no mês de setembro.